terça-feira, 17 de abril de 2018

Cansei! Reduzindo preocupações (saúde e outras coisas)

Vou contar uma coisa pra vocês. Eu andei meio obcecada. E pra quem quer viver assim bem de boa, devagar, isso atrapalha. Às vezes queremos saber demais. Queremos ter certezas sobre o que é melhor. Mas quando a questão é saúde, há tantas controvérsias, há dinheiro envolvido, há tantas coisas. E no fim, nem tudo funciona pra todo mundo.

Enfim... para viver leve e saudável, eu vou:
Ir ao sacolão e pensar em coisas diferentes pra trazer pra casa. Deixar bem colorido!
Frutas para lanches
Polivitamínico
Mais exercício!
Mais água

Pra isso não precisa de pesquisas... é só fazer comida de vó mesmo.

Vou contar o que aconteceu comigo. Nesse último mês estive muito mal. Acho que nunca fiquei tão doente. Mas porque a surpresa?
Estou praticando Pilates, e havia mudado drasticamente a alimentação. Estava comendo bem certinho. Gastava um bom tempo pesquisando e fazendo coisas relacionadas a isso. Assisti muitos documentários sobre alimentos. Levava frutas e água pro trabalho, recusei até a lasanha da minha mãe. Amo doces, cortei também. Estava com uma alimentação basicamente vegetariana(comia ovos e derivados de leite) e baseada em produtos de sacolão... frutas, legumes e verduras. A minha alimentação veio melhorando no decorrer do tempo. Antes comia tudo. Depois cortei coisas muito artificiais. Só tomo suco da fruta, uso temperos naturais, reduzi frituras.
Mas aí fiquei bem mal. E o que deu nos exames? Deficiência gravíssima de vitaminas, colesterol e triglicerídeos altos.
Ah... pera aí! Eu me cuidei e piorei. Tem gente aí que leva uma vida louca e não fica mal como eu.
Emagreci quando não me preocupei. Vivia mais antes de descobrir a fibromialgia. Continuei piorando independente de ter renunciado a certos prazeres e nem emagreci.

Então quer saber? Vou sim comer frutas, verduras e legumes. Mas não vou me privar de nada bom. Com equilíbrio.
E CHEGA DE DOCUMENTÁRIOS! Ah... me fazem mal. Trazem informações nem sempre confiáveis, e mesmo que sejam confiáveis eu posso ficar doente mesmo seguindo seus conselhos.
CHEGA DE NEURA!!!
Falando sobre documentários.... decidi parar com todos no momento.

A única coisa que pretendo é quando meu tratamento acabar ficar tomando polivitamínico e poliminerais. Pra evitar voltar essa anemia.
E aumentar exercícios... isso sim parece-me muito importante. Pilates duas vezes na semana não basta. Quero aumentar minha resistência com algum exercício aeróbico e chegar a atividades de alto impacto.

Sempre associei autoestima ao meu peso. E mesmo quando eu pesava 53 kg aos 15 anos, não achava bom. Autoestima é igual felicidade. Vem de dentro.
Projeto: "Em busca da autoestima verdadeira"

Seja feliz!
***
Escrevi a uma semana o post acima...
Comecei a pular corda em casa. Tenho mini infartos... rsrs... brincadeirinha. Mas sim, não paro quando fica difícil, eu vou forçando os limites... ainda tô muito sedentária, mas já vejo diferença... não no meu corpo, mas na minha resistência.
Como não estou restringindo minha alimentação, decidi diversificar bastante. Tô encontrando até mais prazer em cozinhar.
Ah... e já comecei a tomar um polivitamínico. E estou me sentindo bem melhor.